4G será instalado no Brasil mesmo sem amadurecimento do 3G, afirma Paulo Bernardo - Asplan Sistemas

4G será instalado no Brasil mesmo sem amadurecimento do 3G, afirma Paulo Bernardo

Mesmo sem terem alcançado ainda o retorno financeiro almejado com a
internet móvel 3G, as operadoras de celular deverão investir na nova
tecnologia de quarta geração, o 4G. Foi o que afirmou o ministro das
Comunicações, Paulo Bernardo, nesta terça-feira (20/03). O ministro
também admitiu que os serviços 3G ainda não atingiram seu “amadurecimento” no país.
 
Essa falta de “amadurecimento”, aliás, é uma queixa recorrente das
prestadoras. As empresas têm usado a questão para lançar críticas
relacionadas ao momento apropriado para o leilão das frequências de 4G na faixa de 2,5 GHz, e sobre o rigor das obrigações de cobertura do serviço nos próximos anos.
 
Bernardo declarou que há uma demanda por tecnologia de ponta por
parte da população, que deve ser atendida. Embora haja avanço expressivo
na expansão da cobertura dos serviços 3G, a tecnologia está, até agora,
presente em aproximadamente três mil municípios (hoje são mais de 5,5
mil municípios em todo o Brasil). No entanto, o leilão das frequências 4G – previsto para o início de junho – exige a cobertura das primeiras cidades com a nova tecnologia a partir do próximo ano.
 
As redes contidas no edital, segundo o ministro, não obrigarão as
operadoras a oferecer a nova tecnologia em cidades menores que já
contarão com padrão tecnológico anterior (3G). Portanto, esses
municípios terão os serviços de voz e conexão à internet sem fio.
 
Leilão do 4G para junho
 
Apesar da presidente Dilma Rousseff e do ministro Paulo Bernardo terem confirmado o leilão do 4G
para maio, o presidente da Anatel, João Rezende, afirmou que ele não
deve acontecer antes de junho. Em acordo com representantes de empresas
de telecomunicações, Rezende afirmou que o edital do leilão só será
publicado no dia 20 de abril. A partir daí, serão mais 45 dias até o
leilão, que deve acontecer no dia 4 de junho.
 
A presidente Dilma confirmou, em visita à CeBIT, na Alemanha, que o leilão das frequências do 4G
seria realizado em abril, confirmando o que o ministro Paulo Bernardo
disse durante a Campus Party, no começo de fevereiro. A previsão do
governo federal é que as cidades que receberão jogos da Copa das
Confederações no ano que vem recebam as primeiras redes 4G no país.
 
Cidades Digitais 
 
Na avaliação do ministro Paulo Bernardo, a infraestrutura a ser
criada para a Copa ajudará ainda projetos como o Cidades Digitais, um
programa do governo que prevê informatização de todos os equipamentos
públicos e oferta de internet sem fio. Dados indicam que as conexões
tiveram alta de 68% em 2011, sendo que na telefonia fixa a alta foi de
22% e na móvel de 99,8%.
 
“O Ministério das Comunicações está preparando edital para
projeto-piloto das Cidades Digitais. Queremos montar algumas, ver como
funciona, aperfeiçoar. A nossa expectativa é selecionar 80 localidades
no Brasil para testes de funcionamento”, afirmou. Ele também disse que a
expectativa é que, neste ano, o número de conexões à internet seja
ainda maior devido a ações para baratear smartphones e planos de
telefonia, para que as pessoas possam acessar a web com mais facilidade.
 
Internet 4G
 
O 4G
é o nome dado a um conjunto de tecnologias e padrões de transmissão de
dados e voz por redes de telefonia celular. O recurso alcança
velocidades de até 100 Mbps, uma taxa mais de dez vezes maior do que a
máxima obtida atualmente pelo 3G, que é de 7 Mbps.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/4g-sera-instalado-no-brasil-mesmo-sem-amadurecimento-do-3g,-afirma-paulo-bernardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *