Facebook diz que vai colocar anúncios nas atualizações de notícias - Asplan Sistemas

Facebook diz que vai colocar anúncios nas atualizações de notícias


O Facebook
revelou novos modelos de oferecimento de anúncios feitos para ajudar as
maiores marcas do mundo a espalhar sua mensagem da maior rede social do
mundo. Essas mudanças significam que mensagens e posts de empresas
serão integradas às atualizações de notícias que os usuários recebem em
sua página inicial do Facebook –a publicidade não ficará mais somente do
lado direito da página.

Esse tipo de mensagem chegará a quem decidiu curtir a página de
determinada marca. Além disso, se algum amigo do usuário já interagiu
com a marca, as mensagens da empresa também poderão aparecer no  feed de
notícias do usuário.

Durante o evento, a rede social também anunciou que as empresas terão páginas no formato Linha do tempo.

Os executivos do Facebook falaram nesta quarta-feira (29) com cerca de
900 representantes do mercado de publicidade em um museu em Nova York. A
ideia era trazer grandes marcas com a promessa de anúncios efetivos e
precisos para a base de mais de 800 milhões de usuários do site.

“O Facebook está ganhando bastante dinheiro com anúncios agora, mas
eles não estão recebendo o dinheiro das grandes marcas. é ali que está o
dinheiro”, disse Rebecca Lieb, uma analista do Altimeter Group.

An�ncios do Facebook no canto direito superior (como � hoje) e no meio da atualiza��o de not�cias (como a empresa ir� fazer). (Foto: Mike Segar/Reuters)Anúncios
do Facebook no canto direito superior (como é hoje) e no meio da
atualização de notícias (como a empresa irá fazer). (Foto: Mike
Segar/Reuters)

A maior rede social do mundo está trabalhando para atrair a atenção e
as verbas publicitárias de grandes companhias e agências antes de abrir
capital. O
Facebook anunciou neste mês o plano de levantar US$ 5 bilhões em uma
oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) que deve avaliar a
companhia entre US$ 75 bilhões e US$ 100 bilhões
.

O site teve receita de US$ 3,7 bilhões no ano passado, e a publicidade respondeu por 85% disso.

As companhias fazem as páginas no Facebook sem pagar nada, mas a ideia é
que as que atraírem maior interesse do público se interessem no serviço
de publicidade.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/02/em-nova-york-facebook-apresenta-mudancas-em-seus-anuncios.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *