Google pode ter que responder no Congresso sobre nova política de privacidade - Asplan Sistemas

Google pode ter que responder no Congresso sobre nova política de privacidade


Deputado do PT no RS vai propor que empresa responda sobre as mudanças


A reestruturação das políticas de privacidade do Google podem acabar no Congresso. O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) afirmou em seu site que vai propor que a Câmara dos Deputados convoque representantes da empresa para dar uma explicação sobre o novo contrato, que vigora a partir do dia 1º de março.

– A Câmara tem que assumir seu papel neste debate. Vamos confrontar várias opiniões e explicar à sociedade o que irá acontecer, já que pairam muitas dúvidas e vários especialistas afirmam que a nova política de privacidade oferece riscos para o consumidor.

O Google mudará sua política de privacidade no dia 1º de março. E o que isso muda na sua vida? O R7conversou com especialistas e com o próprio Google para poder explicar para você como sua internet será a partir de agora.

Entenda o que vai mudar na sua vida com
a nova política de privacidade do Google

Nova política não deve gerar “efeito Big Brother”

Antes, você tinha que concordar com as regras do Gmail ao se cadastrar, depois com um grupo diferente de regras para o YouTube, outro para Picasa, Google+… Agora, não mais: vai ser um mesmo acordo para quase todos os serviços. As informações que você dá sobre você e as páginas que você acessa em um dos sites do Google vão valer para montar um perfil mais “global” sobre você, que vai ser usado em todos os sites. Cerca de 60 sites vão ter suas regras diferentes de funcionamento unificadas em uma só.

Todas as informações que você der em um dos serviços vai valer para os outros – se você buscar por axé na busca do Google, vai receber sugestões de vídeos de axé no You Tube, por exemplo.

No entanto, pode ser que esse novo modelo não crie um “efeito Big Brother”, em que o Google sabe tudo sobre você. O site de Paulo Pimenta chega a usar o termo “camisa de força virtual”. Especialistas, no entanto, dizem que não é assim tão absurdo – até porque você precisa estar logado para que isso funcione. E é, sim, possível ver vídeos ou fazer busca sem fazer login…

Fonte: http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/google-pode-ter-que-responder-no-congresso-sobre-nova-politica-de-privacidade-20120214.html?question=0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *