Google tenta matar o Windows novamente - Asplan Sistemas

Google tenta matar o Windows novamente


Com Samsung, empresa apresentou um novo aparelho, o Chromebox, uma pequena caixinha de apenas 330 dólares que roda o sistema operacional Chrome OS

São Paulo – O Google e a Samsung lançaram mais um ataque contra o Windows. Foi anunciada a nova geração de aparelhos com Chrome OS.

Desta vez, o alvo principal são os desktops. As duas empresas apresentaram um novo aparelho, o Chromebox,
uma pequena caixinha de apenas 330 dólares que roda o sistema
operacional Chrome OS. A configuração é bem básica: processador Intel
Celeron de dois núcleos e 1,9 GHz, drive SSD de 16 GB, 4 GB de RAM,
Wi-Fi, Bluetooth 3.0, seis portas USB, uma saída DVI e duas DisplayPort e
saídas para microfone e fone de ouvido. Muita gente dirá, com razão,
que é pouco para o que se pode ter hoje. O Google, porém, não pensa
assim.

O que a empresa pretende com os notebooks com Chrome OS – os
Chromebooks – e, agora, o Chromebox é mudar o modo como as pessoas usam o
computador. Larry Page
já chegou a declarar, tempos atrás, que acha que o mundo Windows não é
bom. O usuário comum tem uma série de dificuldades para compreender o
sistema, tem de lidar com programas maliciosos e, vez ou outra, faz uma
bobagem e perde arquivos. Além disso, ligar a máquina costuma demorar
mais do que qualquer um gostaria. No Chrome OS, praticamente tudo
funciona na nuvem. Basta fazer o login e toda a sua vida online é sincronizada com o computador. Fora que o boot dura menos de 10 segundos.

Claro que a ideia não deu tão certo no início. O Chrome OS tem um ano
de vida e, até agora, não conseguiu se tornar popular. As pessoas
ficavam incomodadas em ligar o PC e ver apenas a janela do navegador,
que é o coração do sistema. Afinal, não havia área de trabalho. O
Google, contudo, mudou a interface neste ano, para que ficasse mais
parecida com a do Windows, além de torná-la bem mais intuitiva. Dessa
vez, pode dar certo. A empresa, contudo, não tem pressa. Tanto que o
lema adotado para o sistema operacional é: “Pronto, quando você
estiver”.

Outro impeditivo para a popularização do Chrome OS é o preço dos
aparelhos. O valor de 330 dólares do Chromebox ainda é muito alto. A
Samsung também mostrou uma nova versão do Chromebook, mas que não sai
por menos de 449 dólares. é muito. O Google e seus parceiros realmente
conseguirão brigar com a Microsoft quando fizerem máquinas populares. E
quando uma conexão à internet for algo tão comum quanto ter energia
elétrica em casa.

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/google-tenta-matar-windows-novamente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *