Telebrás cancela instalação de fibras ópticas no Norte e Nordeste

A
Telebrás cancelou parte do pregão 7/201,1 para aquisição e implantação
de fibras ópticas, relativo às regiões Norte e Nordeste. Segundo a
estatal, não houve acerto com a empresa vencedora para desconto nos
valores apresentados na licitação e, por isso, a opção foi pelo
cancelamento e provável reabertura de uma nova disputa, mesmo que a
Telebrás tenha echegado a homologar e adjudicar a CCBR Catel como
vencedora.


Os pregões suspensos tratam dos grupos 2 e 4. Esses grupos são
relativos a estudos e projetos, instalação e montagem, além de obras
civis de redes subterrâneas e aéreas de telecomunicações.

A CCBR Catel Construções do Brasil venceu com lances que somaram R$
147,2 milhões – de um total de R$ 307,4 milhões de todo o pregão, que
inclui também o anel Sudeste da rede. Segundo a CCBR, a Telebrás fez uma
nova análise de alguns dos itens incluídos na proposta e pediu para que
valores fossem reduzidos. A empresa, que já modificara alguns preços
ainda durante o processo de homologação da ata, recusou essa
solicitação.

A Telebrás entendeu ser mais vantajoso abrir nova disputa para a
implantação das fibras do que manter os valores do pregão. Segundo a
estatal, alguns dos diversos itens de cada grupo estavam acima dos
lances feitos por outras empresas nos demais lotes.

A estatal não comentou, no entanto, qual o impacto do adiamento dessas
encomendas no cronograma de implantação da rede pública de fibras e,
portanto, no ritmo da ampliação do número de cidades beneficiadas pelo
Plano Nacional de Banda Larga. O cancelamento é apenas de parte do
pregão, notadamente para trabalhos de projeto e instalação. Assim, foram
mantidos grupos relativos ao anel Sudeste, além da compra de fibras
ópticas para toda a rede.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=27597&sid=10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *